Diagnóstico

Para um perito não pode haver confusão entre a plagiocefalia, braquicefalia e escafocefalia e as malformações craniais chamou craniossinostose, as causas, características e soluções são muito diferentes.

Se forem pais, entrem na pasta de deformidades. Comparem o aspecto de vosso filho ou filha com algumas das deformações tipo. Pensem que talvez não vão encontrar uma deformação exactamente igual que a sua. Dentro de cada tipo existem vários graus de severidade e de compensações diferentes conforme seja o mecanismo de produção e conforme seja a zona que recebeu a pressão mecânica. Se acha que a cabeça de seu filho(a) não é normal, confirme-o com um perito.

Muitas das explorações complementares que se realizam para as malformações craniais, RX, TAC e RNM, são completamente desnecessárias.

  • Um perito ou os próprios pais das crianças afectadas sabem como diagnosticar rapidamente uma deformidade somente através da inspecção visual.
  • Todos estamos implicados em ajudar os outros. Os profissionais por ofício e vocação. Os pais de crianças tratadas por experiência e solidariedade.

Temos de levar a sério a gravidade da plagiocefalia

Dúvidas sobre a gravidade da plagiocefalia

Ante os pais de crianças afectadas de plagiocefalia levanta-se muitas vezes um muro difícil de transpor. Como profissionais, desconhecemos porque a plagiocefalia, a braquicefalia e a escafocefalia posicionais não merecem a mesma atenção que outras doenças ou deformidades ortopédicas pediátricas, algumas delas de muita menor morbilidade e gravidade. Em caso de dúvidas, consultem a opinião qualificada da American Academy of Pediatrics (2003).

  • Não se diagnosticam ou se diagnosticam tarde.
  • E quando são diagnosticadas a tempo costuma-se dar pouca importância.
  • Focalizam-se como um problema “estético” e não como o que são: uma deformidade.
  • Muitos pais querem tratá-las e os pediatras não o aconselham.
  • Outros, conhecendo as alternativas, ocultam aos pais informação valiosa sobre o assunto.
  • Ouvem-se as seguintes frases: “isto não é nada”, “são fixações suas”, “não se obsessione”, “isto se resolve sozinho”, “com o tempo deve melhorar”, “o cabelo vai cobri-lo”, “ninguém é perfeito”, “com certeza nós também temos um pouco”, “o pai também tem essa forma…”.